2° Mototri

Assada do boi

Evento diferente na qual o MotoEL prestigiou, pois desta vez, contribuímos para o evento de forma mais “ativa” que em outros. Como faço parte do Moto Grupo Carbonífera, e este foi convidado pelo Moto Grupo MotoTri, para assar o boi no rolete no 2° MotoTri, chegamos no sexta e saímos no domingo de lá, quase sem dormir esses dias…

O convite do MotoTri para nós assarmos o boi no rolete foi muito bom, pois com isso o MG Carbonífera conseguiu reunir material e pessoal para montar a máquina para assar boi no rolete, com isso, quando o Moto Charqueadas for organizado, já teremos a nossa própria máquina de boi no Rolete. Mas a história da construção da máquina de boi no rolete fica para uma outra oportunidade, vamos no atentar aqui apenas para o evento 2° MotoTri.

O evento é muito bem organizado, com boas atrações, e uma ótima infraestrutura, pois o parque de eventos Camboatá é muito bom, tem área coberta para shows e bastante área coberta para camping ou demais necessidades, único inconveniente para o parque é a localização, que é meio difícil de achar pela primeira vez, nem tanto assim, porem não é aqueles parques de evento dos mais bem localizados.

O evento contou com bons shows, do melhor Rock Nacional e Internacional, alem de show de manobras, camping coberto e claro, o já tradicional, boi no rolete 0800, e para o 2° MotoTri, foram servidos um boi no rolete (meio boi) no sábado, que estava demais de bom, e um boi no rolete (outra metade do boi) no domingo. Para assar essas duas metades, foram duas noites sem dormir, praticamente, sendo na segunda noite, um revezamento entre os assadores.

A primeira noite foi mais tranquila, ou quase, tirando um evento que vou chamar aqui de “roçadeira”, fica somente assim, quem estava lá vai entender, quem não, me pergunta “ao vivo” que respondo… Bem, a primeira noite quem tocou o boi foi o pessoal do MG Carbonífera, onde DR (Marquinhos), Lú (Luciano), André, eu, Sapo e cia tocamos bem, serenos a noite toda.

A segunda noite foi mais cansativa, eu, particularmente, estava muito cansado, e o resto do pessoal também, DR, Lú (Luciano), André e eu fomos tirar um cochilo e pronto, dormi no ponto, e foi ai que o Marcelo (Xeu), a Lú (Luciane) e o André (Batedor Apache) assumiram a madrugada, e que madrugada… Eu acordava de hora em hora (quase isso, tipo, acertei uma e errei outras) para dar uma conferida. Começou que eu fui tirar um cochilo na barraca as 22h e acordei as 3h, já apavorado, pois havia me esquecido do boi, chegando lá, encontro o Xeu, a Lú e o Dedé, numa gargalhada, já bêbados. Antes disso o pessoal do Mensageiros do Vento havia acompanhado até as 3h, obrigado mesmo Alemão e cia, monitorizando junto com o Xeu a lida do boi. Porem foi tudo tranquilo, quando o sol raiou, eu acordei e segui o trabalho.

Para servir, tanto no sábado ao meio dia, quanto no domingo, o “retalhador” bom na faca, Rafael, deu aquela mão, foi cortando o boi para servimos para o pessoal.

Quanto ao resto do evento, estava tudo muito bom, preço dos “comes e bebes” dentro do padrão, até um pouco mais barato que isso. Haviam banheiros fixos, eram poucos, mas mais que o suficiente, limpos e funcionais. A organização estava bem “afiada”, contendo e ajudando bem os motociclistas que ali chegavam. Ocorreu um princípio de briga dentro do evento, não estava lá, nem vi de fato, apenas relato de um amigo meu que estava lá no momento, porem normal de evento de motos envolvendo pessoas “com álcool no sangue”, nada de mais.

E para o 3° MotoTri, bem, se o pessoal gostou de nós assando o boi, pode nos convidar novamente que iremos prontamente lá…

Até uma próxima. Boas estradas e boas rodagens para todos. FUI.


Resumo pontuação

Gostei: Boa infraestrutura do parque, banheiros bem limpinhos, área coberta para show, área coberta para camping, boa área verde no parque, preço justo.
Não Gostei: Achei pouca segurança, apesar da Brigada Militar estar lá para cooperar com a segurança do evento, achei que faltou aquele pessoal para “ajudar” na contenção de uns lá.

Placar: 73/100 (Bom evento)
Mais detalhes do placar na página 2.